colu

Baile no Céu

0 Flares 0 Flares ×

O papo é reto

Estamos no último ciclo solar da primavera no Hemisfério Sul, o Sol ingressou em Sagitário ontem (22.11). Mercúrio também ingressou nesse signo (20.11). Saturno, que já estava em sagitário, fez o papel de anfitrião do Sol e de Mercúrio, dando as boas-vindas ao baile. Saturno é mais lento e ainda ficará nesse signo até o final de 2017, então preste bem atenção ao aprendizado sagitariano, para, no futuro, estar em dia com as cobranças do Senhor do Tempo.

Quem dá o tom da dança é o fogo. Sagitário é o último dos três signos desse elemento. Em Sagitário, o fogo sagrado é usado com mais sabedoria em relação aos signos anteriores (Áries e Leão), justamente para expandir o conhecimento. E, como não é possível reter o fogo, ele está sempre galopando em busca de novos conhecimentos para manter a chama sempre acesa.

Galopante é a busca do homem pelo saber e pelo despertar da consciência por meio do ensino acadêmico, da filosofia e também da espiritualidade. Cada vez mais, a academia se aproxima das buscas espirituais, a fim de comprovar cientificamente fenômenos já conhecidos pelos místicos e a cura. E essa aproximação é benéfica à evolução do homem. O ceticismo e a extrema credulidade é que dão margem à ignorância e ao fanatismo religioso, e o resultado é a intolerância religiosa, que pode chegar a extremos, como já vimos com o fogo da inquisição. Precisamos encontrar uma linguagem em que as verdades do outro sejam respeitadas e que a busca individual pela verdade seja a aventura mais entusiasmante do homem. Saturno quadra Netuno. As crenças ilusórias que isolam o homem do todo devem ser diluídas. Como diz o poeta, “Onde se pinta o respeito/Se apaga a intolerância.”

Mercúrio em Sagitário lança a palavra como flecha, é papo reto. Em circunstâncias de baixa frequência energética, é possível que vejamos pessoas querendo impor a sua mensagem como única verdade. Essa comunicação de um Mercúrio exilado é muito mais prejudicial onde há ignorância e ganância, principalmente acerca de assuntos religiosos, mas não devemos nos abster de falar e de buscar luz sobre o tema religião. Precisamos despertar pelo caminho da paciência, da resiliência e da maturidade. Mercúrio baila conjunto a Saturno. Respeite os conhecimentos antigos.

Conhecer uma filosofia de vida antiga é um bom meio de usufruir do fogo sagitariano. Eu aposto em filosofias que trabalhem a serpente de poder, a Kundalini, essa preciosa energia que pode fluir para cima e trazer uma explosão de consciência.

Vamos aproveitar e acompanhar o desenrolar do movimento #ocupaescola em São Paulo. Essa temática Saturno-Sagitário é também sobre as estruturas de ensino.

A dança dos amantes parecia, enfim, ter encontrado um ritmo bem equilibrado ao som de uma valsa vitoriana: Vênus e Marte em Libra. Um Marte exilado — mas, em tempos de extremo individualismo, ceder espaço ao outro na relação é visto com bons olhos, sinal de que o afeto está prevalecendo como uma medida justa. Porém, no meio do salão, Vênus se viu numa quadratura com Plutão e em oposição a Urano. O seu bailado ficou meio desconjuntado, porque nem só de harmonia se vive a vida a dois. Ainda mais quando da janela pra fora, o mundo está um caos. Também são palco de transformações e abandono de padrões os relacionamentos nos quais prevalecem a manipulação e a dominação. Imponha-se com elegância e diplomacia para enfrentar as disputas de poder na relação a dois e em parcerias.

Hoje, a Lua deixa o signo de Áries às 14h27. Ufa! Tanto fogo, tanta luz podem ter causado até insônia. No escurinho da noite é que a glândula pineal produz o hormônio melatonina, que é responsável pela qualidade do sono. Em noites de muita luz, tente tornar o local onde dorme mais escuro possível e mais acolhedor. A lavanda é um bom aroma por ser um ansiolítico natural.

Com a Lua em Touro a partir desta segunda às 14h27, o sono melhora e aumenta a resistência para lidar com os desafios. Enquanto o cavalo galopa solto, o touro segue lento e fiel ao seu ritmo interno. Perceba o acúmulo de recursos emocionais inteligentes que estão dando forma ao seu corpo em seu próprio ritmo.

Some a essa dança eufórica motivada pelo fogo a celebração da lunação de Escorpião — a Lua que chega à sua plenitude na quarta-feira (25.11, às 20h45) e, então, no signo oposto ao Sol: a Lua entra em Gêmeos (25.11, às 15h16). Quarta é dia de Mercúrio e, com Lua Cheia em Gêmeos, signo que é regido por Mercúrio: se surgir um convite inusitado de um amigo ‘astromacumbeiro’ ou ligado nas magias urbano-xamânicas para algum evento de expansão e elevação de consciência, não hesite: vá! Quarta será um bom dia para alquimia. Celebre as suas transformações pessoais, são conquistas!

A semana termina em clima um pouco mais introspectivo com a chegada da Lua em Câncer na sexta, às 17h28. Mas, em período de Sol em Sagitário, já entrando em clima pré-festas e pré-veranico, entenda ‘introspectivo’ apenas como um sub-tom emocional que dá a necessidade de se sentir acolhido e talvez uma carência de leve. Afine-se na frequência do autoamor incondicional. Papo reto: só o amor expulsa as coisas ruins das pessoas. Com amor, galopantes!

Sol em Sagitário (até 22.12.2015)
Lua em Áries 21.11 12:13/Lua em Touro 23.11, às 14h27/Lua em Gêmeos 25.11, às 15h16/Lua em Câncer 27.11 às 17h28/Lua em Leão 29.11 22:48
Lua Cheia 25.11 20:45
Mercúrio em Sagitário  (até 10.12.2015)
Marte em Libra (até 03.01.2016)
Vênus em Libra (até 05.12.2015)
Júpiter em Virgem (até 09.09.2016)
Saturno em Sagitário (até 20.12.2017)

Paula Maia é carioca, geminiana, trabalha com terapias que buscam o equilíbrio energético e é amante da natureza e da astrologia. Escreve neste espaço às segundas-feiras. E-mail: paula.mmaia@gmail.com

 

Imagem: quadro ‘Cavalo assustado por uma tempestade’, Eugène Delacroix

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Pin It Share 0 0 Flares ×