colu

Caminho das Cartas

0 Flares 0 Flares ×

Dez de paus

Representado no tarô mitológico por um homem exausto diante de uma fogueira, em cena bem similar ao final do filme ‘Melancolia’, de Lars von Trier, o Dez de Paus fala de algo que acabou. Deu muito trabalho, você assumiu mais responsabilidades do que deveria, deixou o lado criativo de lado para administrar um negócio, trabalhou sem parar, se dedicou a alguma coisa demasiadamente e deixou algo “descoberto”, normalmente sua vida pessoal.

Aproveitando o fim de ano, é hora de colocar um fim em tudo o que está te fazendo gastar energia demais e tendo pouco retorno, é hora de recomeçar, fazer outra coisa, entender que depois de todo o seu esforço, algum ciclo chega ao fim. É bom parar, descansar e projetar o futuro.

10paus-mitologico

O naipe de Paus trata de jornadas trabalhosas, das quais temos plena consciência e pelas quais lutamos, querendo muito que deem certo. Às vezes somos tão obstinados que esquecemos de todo o resto. Às vezes é necessário focarmos 100% em algo por um período, às vezes apenas esquecemos do resto.

Seja qual for o seu caso, a hora é de parar, mudar o ritmo, virar a chave para um outro movimento interno e externo. O que acabou acabou. Deixe queimar na fogueira e prepare-se para a próxima aventura, sem esquecer do aprendizado dessa jornada do naipe de paus que, de uma forma ou de outra, muitos de nós estamos concluindo agora.

Piky Candeias é paulista, jornalista, taróloga, estudante de astrologia e curiosa sobre todos os processos terapêuticos que ajudam no equilibrio energético. Escreve neste espaço às sextas-feiras. E-mail: pikycandeias@gmail.com

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Pin It Share 0 0 Flares ×