colu

Notas Perfumadas

0 Flares 0 Flares ×

O aroma nosso de cada dia

Chegar em casa após um dia de trabalho, sentir o suave cheiro das folhas de violeta num pequeno vaso e, por isso, ter pensamentos positivos, proporciona um bom momento de pausa para cuidar de si mesmo e curar as emoções negativas do dia. Tomar um maravilhoso banho e levar consigo pétalas de rosas, friccioná-las na pele e dar esse tempo para si é um processo de cura, de conexão interior. Os aromas das plantas nos impelem a sentir o valor da vida, nos nutrem e nos ajudam a lembrar quem somos.

Misturando pedaços de plantas de espécies diversas ou apenas criando um macerado com pétalas de uma única flor, ocorre um encontro com os tesouros aromáticos e com a arte da perfumaria botânica e artesanal. Apesar da predominância dos aromas sintéticos nos dias atuais, é possível, de formas simples, uma reconexão com os cheiros naturais, mesmo que você more em um apartamento no Centro da cidade.

Veja as plantas em sua casa e observe cheiros, formatos, texturas, cores e procure se conectar com a função curativa que cada uma delas carrega. Se você não tem plantas em casa, faça um passeio na feira e sinta os encantos aromáticos e as sensações que brotam em você ao andar por corredores de verduras e especiarias. Entrar em ressonância com os cheiros naturais pode lhe abrir um mundo novo.

Tocar em suas plantas, banhar-se com água de flores e ervas trituradas, maceradas ou colhidas por você mesmo, cria um processo etéreo ocasionando re-ligações com as sutilezas da vida. O retorno ao olfato dos aromas naturais é uma bela ponte para o mundo das sensações e, consequentemente, das emoções.

Pense que você pode ser muito sensibilizado pelo pequeno vaso de violetas na sua sala ou pelo cheiro daquela rosa branca que comprou na feira. Isso é perfumaria natural: a beleza e os rituais de sentir os cheiros e relaxar, perfumar-se ou banhar-se com eles, seguindo o nosso instinto e praticando uma arte que tem quatro mil anos de história.

Palmira Margarida é historiadora e pesquisa a história dos cheiros, é a pisciana mais ariana de que se tem conhecimento. Descende de italianos e adora uma massa, mas fala sem gesticular. Ama viajar e captar os aromas das trilhas, das culturas e das ideias. Está em busca do profundo perfume do Ser. Escreve neste espaço às quintas-feiras. E-mail:margaridalquimia@gmail.com

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Pin It Share 0 0 Flares ×