cult

BH Calling: Quarta noite

0 Flares 0 Flares ×

A quarta noite da Mostra Cantautores, na última quinta-feira, começou com Thales Silva. Cantor, guitarrista e principal compositor do grupo A Fase Rosa, ele apresentou seu projeto solo, batizado de Minimalista (nome bem adequado ao formato voz-e-um-instrumento do festival, por sinal) na Funarte.

Vocalista e principal compositor de seu grupo, Thales alternou músicas do repertório da banda com composições do projeto pessoal. Assim, despidas,certas canções revelaram sua força e outras, algumas fragilidade – “Neguinha” e “Menino preto” são dois exemplos das boas músicas do artista. Apesar dessa irregularidade, sua voz doce e segura se sobressai, passeando bem por músicas que mesclam elementos de rock e samba. Ele ainda voltaria no fim do show de Di Souza, para encerrar a sessão ao lado do colega com a divertida “Saudade”, também de Thales.

Di Souza foi o maior showman da mostra até então. No momento em que pisou no palco, arrancou gargalhadas da plateia — e assim foi pelo resto de sua apresentação. No entanto, foi o artista que mais perdeu com o formato voz e instrumento (no seu caso, violão) que o evento exige.

Uma audição de seu CD, ‘Não devo nada pra ninguém’, revela bons arranjos, com influências de Tom Zé (a principal), Mutantes, Raul Seixas e do chorinho. Sim, Di Souza é o cara engraçado da turma, o figuraça que entra no palco vestindo samba-canção e tem letras divertidas (como “‪#‎partiu‬(sqn)” e “Eu nasci pra ser tonal”). Mas é também ótimo compositor. Com a apresentação mais intimista, prevaleceu a parte piada de seu trabalho, mas perdeu-se a riqueza musical. Ele pareceu um artista menos talentoso do que na realidade é.

Nada disso impediu que o público (talvez por já conhecer seu trabalho) embaracasse na onda proposta pelo artista, cantando junto, fazendo coro, transformando o show numa espécie de stand-up comedy musicado (um Juca Chaves contemporâneo? Risos). Para mim, ficou a vontade de conferir uma apresentação do artista com sua banda.

Kamille Viola é jornalista, carioca da Tijuca e uma das editoras da Vertigem. A música e a palavra são duas grandes paixões. E-mail:kamilleviola@gmail.com

 

Imagens: Pablo Bernardo

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Pin It Share 0 0 Flares ×