colu

Baile no Céu

0 Flares 0 Flares ×

Deixar ser o que se é*

Esta é a décima sétima coluna que escrevo para a revista Vertigem. Dezessete ganhou o posto de meu número da sorte porque nasci neste dia. Dezessete é uma chave de conexão pra mim há muito tempo, então. Mais tarde, descobri que dezessete é o número da carta da Estrela no Tarô. Esta carta é o arcano maior que sucede a Carta da Torre (arcano 16). Foi aí que me identifiquei ainda mais com meu número da sorte. Quando conheci a jornada da alma através do Tarô, eu vivenciava naquela fase, justamente a carta da Torre. Saber que depois da vertigem da queda da Torre, vem a Esperança, a carta da Estrela, é reconfortador. A carta da Estrela retrata uma figura feminina ajoelhada, com uma jarra despejando água na terra e outra jarra despejando água na água. Nunca mais temi a Torre depois disso. A Torre pra mim é a entrega, e a Estrela a confiança. E a Estrela está sempre comigo, assim como a Torre, o Louco, a Roda da Fortuna. Não temo nenhum acontecimento, nem mesmo a Morte. Todas as minhas colunas aqui na Vertigem são a carta dezessete. Todo o céu pra mim é só uma jornada, o desenvolvimento do meu Ser. Nunca um céu será bom ou ruim. Eu só estou aqui, abaixo desse manto de Estrelas, convivendo com outras tantas Estrelas para experimentar muitas aventuras. Não diga levianamente que leu na minha coluna que o astral está pesado, por favor. Eu não apregoo esse tipo de espetáculo. Eu sou apenas uma Estrela tentando imaginar muitas outras Estrelas, buscando medicinas para experenciar esta aventura da forma mais compassiva e amorosa possível. Porque eu sei que existem Torres, existem Diabos, e eu fico alerta e busco sempre a loucura necessária para caminhar com encanto apesar de tudo isso. Atualmente não estou na Torre, mas eu sei que a Roda não para nunca de girar. Onde você está agora na sua jornada?

estrela

Segunda-Feira

A Lua em Peixes nos deixa um pouco letárgicos, confusos e sem foco. À noite, quando ela encontrar Mercúrio, isso se acentua. Melhor se sintonizar com o movimento da Lua minguante e se esvaziar de expectativas. Faça o que é possível para executar suas atividades do cotidiano e deixe fluir um pouco a necessidade de se expressar através da linguagem lúdica. Prepare-se pra semana que será de revelações e encanto.

Terça-Feira

Nesta terça-feira, comemora-se o dia da Mulher e acontece um eclipse do Sol, por ocasião da Lua NOVA no signo de Peixes. O eclipse não será visto aqui do Brasil, mas enquanto acontecer o eclipse, veremos Júpiter bem brilhante no meio do céu. A Lua, a expressão do feminino, encobrirá parcialmente o Sol. Um mistério nos estará acessível sobre a vontade da nossa alma.

A tensão entre o Sol/Lua em Peixes e Júpiter em Virgem parece indicar um caminho para nos mantermos centrados entre navegar pelo universo imaterial e o mundo prático. Em alguns momentos, nos sentiremos confusos, vagando, com dificuldade de colocar foco nas tarefas, com necessidade de nos nutrirmos de algo que não tem nome. Por outro lado, gritam os excessos de críticas, dos outros, aos outros e a autocrítica. Para este momento, é fundamental termos consciência dos pilares da nossa reforma íntima. Como conciliar navegar num oceano cheio de tantas vidas incríveis e saber exatamente qual o seu papel a servir diante do todo. Estamos aqui justamente nos lembrando e é por isso que se fazem tão relevantes os portais de acesso aos mistérios.

No dia da Mulher, é possível que aconteçam vários eventos de cunho mais lúdico para algumas irmãs, explorando dança, poesia, cinema, artes, enquanto para outras, paradoxalmente, será um dia de atrito e guerra, de extremos mesmo. O conselho é tomar pé dos eventos e da importância deles para a cura do todo. O ideal é buscarmos essa “guerra” junto ao nosso clã, junto das irmãs que também estão explorando a cura através da busca pela verdade. Conscientes, sim, das opressões, mas extremamente responsáveis e comprometidas com a cura interna para ser refletida fora. O feminismo é um movimento importante para o equilíbrio entre o masculino e o feminino, mas cada uma vai ter que fuçar a sua própria história pessoal até o momento e a de sua linhagem para encontrar o seu eixo e lidar com as novas situações que serão apresentadas. A matrix é viva.

A Lua NOVA indica um período de semear intenções. Considerando tudo que foi escrito acima, prepare sua lista para fazer a magia acontecer.

Quarta-Feira

Ao longo do dia, ainda estaremos digerindo os acontecimentos revelados pelo eclipse. Ainda tentando dar conta entre a vontade de sonhar e escrever e a necessidade de realizar coisas da ordem prática. À noite, a Lua entra no signo de Áries. E vem a urgência. A Lua fará trígono a Marte em Sagitário. E desde já, é necessário colocar ação para materializarmos os nossos sonhos. Tem energia de sobra para executar, mas seja seletivo no que é possível de fato realizar. Encontre meios de apaziguar seu próprio cavalo. Aqui quem aparece é a carta do Carro do Tarô. Lembra-se de como Áries, às vezes, é tão temperamental que acaba enfiando os pés pelas mãos? Foco em sua reforma íntima para não deixar escapar labaredas em vão.

Quinta-feira

A Lua em Áries faz sextil a Vênus em Aquário. Aumenta o desejo de ser livre, de tentar novos caminhos. A Lua faz conjunção a Urano. E aqui, todo cuidado é pouco. Eu sempre vou alertar cuidado quando envolver Áries, eu sou bem estabanada. Não custa nada estar atento a pequenos acidentes. O trígono da Lua em Áries com Saturno em Sagitário indica que você deve agir para estruturar seus conhecimentos. Sim, existem limites e o limite é o que já foi feito, e obviamente, merece o nosso respeito. Isso não quer dizer que não podemos explorar as fronteiras, pois a luz, assim como o fogo, são energias expansivas. O universo está aí, bem à sua frente, mostrando-lhe como é possível expandir-se.

Sexta-Feira

É dia de Vênus. Vênus caminha pelos últimos graus de Aquário. A Lua faz sextil a Vênus em Aquário. Uma sexta-feira de ganhos. Invista em você. Na sua autenticidade e no seu brilho. Já parou de fato para pensar como você é única? Aceite a sua beleza, flor.

A Lua, à tarde, ingressa em Touro. Touro é regido também por Vênus. Reforçando o dia de Afrodite. O prazer, a boa mesa, a beleza, a arte. Ah, sim! É um dia de amor.

Sábado

Se a sexta-feira foi de prazer, o sábado tende a ser melhor ainda. As alianças se estruturam e se intensificam. A Lua faz trígono a Plutão e Júpiter. Em seu ritmo, usufrua do que você vem construindo, transformando e dando forma. Servir é um prazer.

Vênus ingressa no signo de Peixes. O desejo agora é o romance. Se um romance não lhe parece possível agora, é porque na verdade estou falando de amor incondicional. Existe um porém: amor incondicional pressupõe aceitar toda a humanidade do outro, entende? Aqui, o pecado será idealizar e fantasiar o outro. Eu ainda prefiro usar o outro como espelho e saber onde posso me aprimorar. Onde posso expandir a minha capacidade de amar e de merecer ser amada. Sexo aqui, só com intimidade e sensibilidade. Ainda vamos ter até o dia 05.04 para explorarmos esta Vênus em Peixes.

Domingo

Eu não quis enfeitar muito o pavão da romântica Vênus em Peixes, porque já no dia seguinte, a Lua quadra essa Vênus, deixando margem justamente para a parte sombria dela, que é tão prestigiada, se revelar. Carência e desilusão. Passa. Podes crer que passa. O remédio sempre é o mesmo: buscar o amor na fonte.

À noite, a Lua em Gêmeos faz oposição à Marte. A sua opinião é apenas o seu ponto de vista. Ponto. Não adianta impor ao outro a sua verdade, oras. Respeite a trajetória e jornada do outro.

Boa semana, bom eclipse, boa lunação de Peixes!

Sol em Peixes (até 20.03.2016)
Lua em Peixes (07.03 às 20h09)/Lua em Áries (09.03.2016 às 20h40)/Lua em Touro (11.03.2016 às 20h44)/ Lua em Gêmeos (13.03.2016 às 22h05)
Mercúrio em Peixes (até 22.03.2016)
Vênus em Aquário (até 12.03.2016 )/Vênus em Peixes (até 05.04.2016)
Marte em Sagitário (até 31.03.2016)
Júpiter em Virgem (até 9.09.2016)
Saturno em Sagitário (até 20.12.2017)

* “Deixar ser o que se é”, referência à música “Estrela, Estrela” de Vitor Ramil.  

Paula Maia é carioca, geminiana, trabalha com terapias que buscam o equilíbrio energético e é amante da natureza e da astrologia. Escreve neste espaço às segundas-feiras. E-mail: paula.mmaia@gmail.com

Imagem: Eclipse solar total em 2015.

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Pin It Share 0 0 Flares ×